Deuses Egípcios

Mon (Amen, Amun)
O grande deus de Tebas de origem incerta; representado como um homem, o sol e algumas vezes como o falo; identificado com Re como AMON-RA; seus animais sagrados eram o cordeiro e o ganso.

Anat
Deusa de origem síria, com caráter guerreiro, representada como uma mulher segurando um escudo e um machado.

Anubis (Anpu)
O Deus-chacal, patrono dos embalsamadores, curadores e cirurgiões; tanto em cerimonias de cura quanto em mumificasses, Anubis era a deidade patrona que preparava o morto e curava o vivo. Anubis é considerado o grande deus-necropolitano.

Anukis (Anqet)
Deusa da região de cataratas de Aswan; mulher de Khnum.

Astarte (As-star-a)
Deusa de origem síria, introduzida no Egito durante a decima oitava dinastia. Também conhecida como 'Deusa do Céu' e seu culto era freqüentemente misturado com as adorações de Isis.

Aten
Deus do Disco-Solar, venerada como o grande Deus Criador.

Harpocratres (Hor-Pa-Khred)
Uma forma posterior de Horus em seu aspecto de filho de Isis e Osiris, representado como uma criança nua usando um cinto de castidade e com um dedo colocado sobre a boca.

Hathor
Deusa de muitas funções e atributos, representada freqüentemente como uma vaca ou mulher-cabeca-de-vaca, ou como uma mulher com chifres; o bezerro do reino, o bezerro dourado; centros de culto em Menfis, Cusae, Gebelein, Dendera; a deidade patrona da região mineradora do Sinai; identificada pelos gregos com Afrodite. Foi enviada por Re para limpar a terra de pessoas descrentes. Após escravizar todos que se opunham a Re, pediu para descansar e tornou-se o equivalente grego de Afrodite, a deusa do amor, da fertilidade, das mulheres - e também protetoras dessas ultimas. Ha' muitos mitos em volta da figura da deusa Hathor.

Heqet

Deusa-Sapo de Antinoopolis onde era associada a Khnum; ajudante das mulheres na hora do parto.

Horus (Haroeris, Harpocrates, Harsiesis, Re-Harakhty)
O Deus falcão, originalmente o deus-ceu, identificado com o rei enquanto fosse esse vivo. Melhor conhecido como o filho de Osiris e Isis. Horus foi também o vingador de seu pai Osirius, morto por Set. O olho de Horus veio de um mito de suas batalhas onde Horus abriu mão de seu olho direito em batalha. Desde então o Olho de Horus tem sido usado para representar forca, vigor, e auto-sacrificio. Seus centros de culto encontravam-se em muitos lugares, Behdet no Delta, Hierakonpolis e Edfu no Alto Egito.

Isis
Conhecida como a divina mãe e esposa de Osiris, mãe de Horus; Isis é uma das quatro grandes Deusas protetoras (Bast, Nephytes e Hathor) guardiã de túmulos e urnas mortuárias. Isis é irmã de Nephytes com quem atuava em conjunto como carpidora divina para o morto, e divinamente é representada pela Cruz Ansata (Ankh).No ultimo período Pilasse foi seu principal centro de culto. Ela é conhecida também com Rainha do Céu (similarmente a Astarte) e rege sobre todos os assuntos que concernem a vida, a maternidade e a bruxaria. Na origem do mito de Re e do mundo, foi escrito que ela encontrou o nome "Re" fazendo com que uma serpente venenosa mordesse Re por encantamento. A serpente mordeu Re e a única maneira de curá-lo foi pela descoberta de seu verdadeiro nome. Conhecendo esse nome, ela obteve um poder do mesmo porte do dele e a partir disso tornou-se conhecida como a feiticeira divina. Outro mito de Isis concerne a ambos, Osiris e Horus. Nesse mito, Set assassina Osirius e dispersa seu corpo em seis pedaços, um em cada canto do mundo. Isis vai ao encontro desses pedaços quando estava com Horus em seu ventre. Durante esse tempo Osiris tornou-se Senhor dos mortos. Horus foi dado à luz e comprometeu-se a vingar a morte de seu pai pelo assassinato de Set. Isis viveu a partir de então como pranteadora divina na terra e no céu.

Khepri
O deus-escaravelho, identificado a Re com deus criador; freqüentemente representado como um besouro com o disco solar.

Khons
O deus-lua, representado como um homem; com Amun e Mut como seu pai e sua mãe, formando a tríade thebana.

Maat
Deusa da verdade, do direito e da conduta adequada; representada como uma mulher com uma pena de avestruz em sua cabeça. Diz-se que no julgamento do morto ela segura a balança que pesa o coração humano.

Nun (Nu)
Deusa do caos primevo, Nu era também vista como a água primordial a partir da qual os deuses, a terra e os humanos foram criados, ou seja, o caos a partir do qual criou-se a ordem.

Nut (Nuit)
Deusa do céu, mulher de Geb, o deus-terra; representada como mulher, seu corpo nu curvado para formar o arco celeste.

Osiris (Asar)
Deus do mundo subterrâneo, identificado como deus dos mortos; também um deus da inundação e da vegetação; representado como um rei mumificado; principal centro de culto Abydos. Osiris é visto como o grande juiz dos mortos.

Re (Ra)
O Deus-Sol de Heliopolis; cabeça do grande eneagrama, juiz supremo; freqüentemente vinculado a outros deuses que aspiram à Universalidade, por exemplo Amon-Ra, Sobk-Ra; representado como o deus-cabeca-de-falcao. Assemelha-se ao pai de todos os deuses, a partir dele todos os outros deuses e deusas foram criados. Ele e' conhecido também por três aspectos, que correspondem às posições do Sol, Amen na aurora, Re no ocaso e Set no crepúsculo.

Reharakhty
Deus em forma de falcão, corporificando as características de Re e de Horus (aqui chamado "Horus do Horizonte").

Renenutet (Ernutet, Thermuthsi)
Deusa da colheita e da fertilidade, representada como uma serpente ou mulher-cabeca-de-serpente.

Seth (Set, Suteck)
Deus das tempestades e da violência; identificado a muitos animais, inclusive o porco, o burro, o ocapi (mamífero da família das girafas) e o hipopótamo; representado como um animal nao-identificado, irmão de Osiris e de seu assassino, o rival de Horus; comparado a Typhon pelos gregos.

Shu
Deus do ar, com Tefnut forma o primeiro par de deuses no panteão heliopolitano; freqüentemente retratado como um homem separando NU (céu) de GEB (terra).

Sobk (Sebek, Suchos)
O Deus crocodilo, venerado por todo Egito mas especialmente no Faiyum, e em Gebelein e Kom Ombo no Alto Egito.

Tefnut
Deus do orvalho, formando com SHU o primeiro par do panteão de Heliopolis.

Thoth
O Deus-cabeca-de-ibis de Hermopolis; o escriba dos deuses, o inventor da escrita, e grande deus de todo conhecimento; tanto o macaco quanto o íbis são consagrados a ele. No julgamento do morto ele era o escriba que registrava as confissões e afirmações do morto em seus papiros, mantendo assim um registro de quem adentrava o paraíso e quem era devorado pelos cães do julgamento.

Unnefer (Wener-nefer, Onnofhris)
Nome que significa "aquele que nunca chora", o deus que esta' sempre feliz, dado a Osiris após sua ressurreição.

Deusas e assuntos que lhes são correlatos:

Amor
Afrodite, Astarte, Ishtar, Beltis, Branwen, Freya, Hathor, Isis, Maia, Mari, Oxum, Vênus, Lilith;

Lei e Justiça
Atena

Dinheiro, Trabalho e Negócios
Demeter, Habondia, Cerridwen, Dannu, Gaia, Mãe do Milho, Bona Dea.

Trabalho Criativo, Artes
Brigid, Cerridwen, Athena, Minemósine, as Musas, Saravasti.

Cura
Brigid, Ísis, Artemis, Hebe, Higéia, Maat, Nêmesis, Têmis, Aradia.

Devoção, Compaixão
Kwan Yin, Maria.

Lar, Família
Vesta, Hera, Concórdia, Rhea, Tara.

Filhos
Eileithya, Carmenta, Juno.

Proteção
Freya, Diana, Pallas Athena, Maeve.

Trabalho Psíquico
Cibele, Hécate, Cerridwen, Neftis, Perséfone, Hel, Ísis.